Renascer

Estou de regresso às minhas origens afectivas e no meio do caos que é uma mudança de casa acima dos trinta graus, com 3 filhos, dois gatos e dois cães, e com muito trabalho, vivo dias muito intensos e expectantes. Após um ano a viver em Azeitão, e quase quatro meses a trabalhar em Lisboa, percebi que a minha vida não tem sentido fora do meu alentejo, fora da casa que construímos alicerçada no amor que temos uns pelos outros, pela natureza, pela paisagem, pelas pessoas. Regressamos na próxima semana à casa onde este projecto nasceu, onde se gizaram planos, onde se fizeram filhos, onde vimos bichos a nascer, viver e morrer, onde plantámos árvores e espécies estranhas, onde corremos, chorámos e nos amámos. Este regresso é também um renascer para a Pega-Rabuda. Vou voltar a ele com as minhas mãos, o meu amor, as minhas limitações técnicas. Sei que vou ser feliz. Mais uma vez. Obrigada pelas palavras de incentivo, pela paciência no inusitado tempo de espera às vossas perguntas. Obrigado por me terem ajudado a perceber onde está a felicidade.

2 comentários:

Cristiana urbano disse...

Que bom :D um beijinho

Ana Brighton disse...

Força Rute. Fico a torcer pelo vosso sucesso. Estou muto feliz por voces. Bj enorme